Pesquisa:


AS ESCOLAS DEVEM PODER CONTAR COM TODOS OS SEUS PROFESSORES!

907963.jpg
OS HORÁRIOS-ZERO ENTRE OS PROFESSORES DOS QUADROS NA ZONA SUL DEVEM SER REDUZIDOS A ZERO

Durante o mês de Agosto, o SPZS procedeu ao levantamento junto das escolas, do número de docentes que foram indicados com ausência da componente lectiva (menos de 6 horas lectivas) e que portanto, tiveram que concorrer ao Concurso de Mobilidade Interna.

Após a saída das listas de colocação e não colocação deste concurso, verifica-se que cerca de 70% destes professores que as escolas indicaram em Agosto, foram colocados no dia 30 contrariando atrasos dos concursos dos anos anteriores.

Nas listas de não colocação da Mobilidade Interna, entre docentes dos Quadros de Zona Pedagógica 8, 9 e 10 e dos Quadros de Escola/Agrupamento da zona Sul, encontram-se agora 49 docentes, dos quais, alguns serão, possivelmente, ainda colocados através do procedimento de Mobilidade por Doença.

Entre estes docentes dos Quadros da zona Sul, encontram-se 20 professores do 2º ciclo pertencentes ao grupo de Educação Visual e Tecnológica, um grupo de recrutamento particularmente afectado pela “reforma curricular” do anterior governo.

Esta situação, idêntica à de anos anteriores, resulta de medidas que eliminaram disciplinas, eliminaram pares pedagógicos, determinaram o fim dos desdobramentos de turmas em determinadas áreas curriculares, o aumento do número de alunos por turma, a criação de mega-agrupamentos, o encerramento de escolas do 1º ciclo, a subversão dos horários de trabalho dos docentes ou o desrespeito pelas normas que impõem a redução do número de alunos nas turmas com alunos que apresentem necessidades educativas especiais.

Os horários-zero traduzem políticas dos últimos anos de desinvestimento na Educação e na Escola Pública com óbvios e graves prejuízos pedagógicos para os alunos.

O Sindicato dos Professores da Zona Sul reafirma a necessidade de uma profunda alteração destas políticas educativas, da negociação de um regime de concursos que contemple as reais necessidades das escolas e de um regime excepcional de aposentação que permita também o rejuvenescimento da classe docente e a colocação dos milhares de professores que se candidataram e não obtiveram colocação no concurso.

O SPZS espera que as escolas possam contar com todos os seus professores, o que significa reduzir a zero a lista de docentes que se mantém com horário-zero.

A Direcção do Sindicato dos Professores da Zona Sul

 


Campanha "Água é de todos"


Petição



Inquéritos



santander.jpg 
bbva_.jpg
  
abreu1.jpg logo_pequeno2.jpg 




logo_ca2.jpgvodafone.jpg   

 
capa_regalias_274.jpg 
  mgen_logo.gif
footerimg
© 2009 SPZS | Concepção e Alojamento: VGSoftware