Pesquisa:


Falta de assistentes operacionais
eb-antonio-nobre1w_290.jpg
Falta de assistentes operacionais impede escolas de funcionarem com normalidade, surgindo já situações que indiciam rutura

A FENPROF identificou a falta de assistentes operacionais nas escolas como um dos problemas mais graves da abertura do presente ano letivo. Quase um mês depois da abertura, a situação está longe de estar resolvida, o que coloca problemas de higiene, segurança e (falta) de apoio aos alunos e docentes das escolas.

Segundo as organizações sindicais que representam aqueles trabalhadores, serão cerca de 6.000 os que faltam e a situação só não é ainda mais grave porque há escolas que estão a substituir esses trabalhadores por outros em regime de contrato de emprego e inserção (CEI), o que constitui uma resposta muito precária face às necessidades das escolas, mas também uma enorme exploração do trabalho destas pessoas que desempenham funções em condições muito negativas, que são inerentes àquele regime específico, funções essas que deveriam dar lugar á abertura de postos de trabalho

 


Campanha "Água é de todos"


Petição



Inquéritos



santander.jpg 
bbva_.jpg
  
abreu1.jpg logo_pequeno2.jpg 




logo_ca2.jpgvodafone.jpg   

 
capa_regalias_274.jpg 
  mgen_logo.gif
footerimg
© 2009 SPZS | Concepção e Alojamento: VGSoftware